19.4 C
Ponta Porã
domingo, 3 de julho, 2022
InícioWilson AquinoArtigo: Jovens, a vida não é chata! por Wilson Aquino

Artigo: Jovens, a vida não é chata! por Wilson Aquino

Wilson Aquino*

É preocupante o crescente problema que as famílias enfrentam com seus jovens e adolescentes nesses últimos tempos. Eles criam incontáveis obstáculos para aceitar seus deveres e responsabilidades até para com seus próprios crescimentos moral e espiritual. Outros, lamentavelmente consideram esse fardo pesado demais e desistem. Apelam para a inércia, para a ociosidade, falta de vontade até de sair do próprio quarto. Existem aqueles ainda que entram em desespero. Sentem-se confusos, perdidos, sozinhos. Alguns apelam para o extremo, procurando dar fim à própria existência.

Lamentável e triste esse quadro crescente na sociedade. Muitos pais temem pressioná-los, achando que poderiam não suportar. Com isso, muitos jovens e adolescentes buscam alternativas impróprias relacionadas principalmente à bebida, às drogas e aos ajuntamentos não recomendáveis com colegas e/ou grupos. Sentem grande dificuldade de encontrar qualquer caminho que os conduza à paz e à tranquilidade.

Todo jovem deve ser orientado desde pequenino sobre como é a vida. Saber que ela impõe a absolutamente todos, os mais pesados e diversificados fardos, que precisam ser carregados, independentemente de querer ou não.

E não importam as condições do indivíduo, quer financeira, geográfica, religiosa etc.  Ou seja, de nada adianta um jovem pertencer a uma das famílias mais ricas da sociedade, ou viver isolado, num paraíso extremo da terra, ou mesmo numa ilha, longe de tudo e de todos. Não importa, pois passará pelos mais variados problemas, que são impostos por um Plano Superior, Divino, a todo indivíduo para seu próprio crescimento.

Quanto mais cedo um jovem se conscientizar disso, de que problemas fazem parte da vida, mais fácil para ele se torna seguir a jornada e enfrentar e derrubar os obstáculos do caminho.

Os pais têm papel fundamental, vital, por que não dizer, nesse processo de preparação da criança para ela se tornar jovem e adulto sempre de maneira altiva, otimista, honesta e alegre. Um indivíduo sempre de bem com a vida. E isso, Independentemente de suas limitações físicas, econômicas, intelectuais ou espirituais.

A religião, Cristã, e, consequentemente a igreja, podem ajudar muito os pais nessa educação, formação e preparação dos jovens para o presente e o futuro.

Os ensinamentos e mandamentos de Deus, que são melhores trabalhados lá (igreja) são grandes bênçãos que podem transformar a vida de todo e qualquer indivíduo. Se bem orientado, desde pequeno, quando chegar à adolescência e à juventude não terá dificuldade para aceitar os fardos e trilhar a jornada de cabeça erguida e alegre saboreando as belezas que a cada amanhecer lhe permite desfrutar.

Junto com a religião, ensinar aos jovens, também desde pequeninos, sobre as responsabilidades que devem ter consigo mesmo, a família e na vida em sociedade, é fundamental para a boa educação e formação do indivíduo como futuro bom cidadão.

Na vã tentativa de muitos pais, de tentar proteger os filhos, acabam negligenciando nesse aspecto, ao não permitirem que eles tenham responsabilidades além de estudar e se divertir.

Aliás, em muitos casos, colhem frutos amargos por permitirem diversão e liberdade em demasias. Muitos pais agem assim para não contrariar, não constranger o filho. Acabam não impondo limites na vida dos filhos e quando chegam nessa terceira fase da vida, tornam-se muito mais difíceis de serem corrigidos.

Outros pais preferem enfrentar os ventos e tempestades em lugar do filho, evitando o quanto podem que se exponham aos maus tempos. Lamentável, pois não sabem que estão prejudicando o crescimento daquele frágil e pequeno ser.

Deus é enfático a esse respeito: “Instrui a criança no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele” (Pv. 22:6)

Oportuno, para fechar a mensagem: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Dt. 6:6-7)

E aos filhos cabe, além de amar a Deus acima de todas as coisas, seguir o conselho que Ele lhes dá: “Honra teu pai e tua mãe, para que os teus dias se prolonguem na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êx. 20:12)

*Jornalista e Professor

MAIS LIDAS