12/04/2018 15h20

Artigo: Como resistir às tentações?

Por: Eloir Vieira

 
 

"Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que vos não deixará tentar acima do que podeis; antes, com a tentação dará também o escape, para que possais suportar" (1Co 10.13).

O que é "tentação?" "impulso para a prática de alguma coisa censurável ou não recomendável; desejo veemente ou violento". Quando sentimos o desejo de praticar algo ilícito, injusto, estamos sendo tentados, induzidos por uma força maligna com poder de destruição! A fonte dos desejos malignos é o pecado que mora na nossa própria natureza humana: "De maneira que, agora, já não sou eu que faço isto, mas o pecado que habita em mim. Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço" (Rm 7.17-19).

Há uma guerra interior na vida do crente: "Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis" (Gl 5.17). Como não podemos extrair o pecado que habita na nossa carne, o Senhor nos manda ficar atentos, vigiando e orando, para que possamos resistir e rejeitar às tentações! Disse Jesus: "Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca" (Mateus 26.41).

O crente espiritual é convertido, possui a unção do Espírito e se reveste da armadura de Deus, para resistir às tentações e não ceder aos desejos do seu coração: "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes" (Ef 6.13). "Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo; porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais" (Ef 6.11,12). Escolhendo ser obediente e fiel a Deus, resistimos às tentações: "Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tg 4.7). Vigiar, para não dar oportunidade ao diabo: "Não deis lugar ao diabo (Ef 4.27). Pois, o diabo não vem, senão para matar, roubar e destruir (Jo 10.10). Compete a nós, ligar ou desligar o pecado: "Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo" (Gn 4.7).

O homem carnal, não tem força para dominar seus impulsos para não pecar. Por isso é presa fácil! Começa devagarinho com pequenos furtos, consumo de bebida alcoólica, droga, pornografia, culminando com traições, adultérios e o fim do bom relacionamento familiar e conjugal! Planta ou participa de contendas, causando inimizades e friezas na fé. Ele nunca assume, mas atribui aos outros, a culpa do seu fracasso! Deus abençoe!

Envie seu Comentário