Na quarta-feira, dia 04, por volta das 20h, após receber uma denúncia anônima via telefone de emergência 153, relatando uma possível ocorrência de violência doméstica, uma guarnição da GCMFron deslocou-se até rua Manduirana nº 152, Residencial Ponta Porã 1. Ao chegar na residência, um indivíduo identificado pelas iniciais P.R.N e sua namorada B.P.R. recepcionaram a guarnição, e justificaram não haver nenhum tipo de desentendimento entre as partes, versão que não foi confirmado pelos vizinhos.

Durante a entrevista ao suspeito P.R.N. os agentes sentiram um forte odor de substância análoga a maconha exalando dentro de um cômodo da residência, sendo que da varanda onde a guarnição se encontrava posicionada, foi possível notar visivelmente a existência de volumes involucrados com fitas verdes e pretas. Ao ser perguntado ao suspeito P.R.N. sobre o que conteria os referidos volumes, o mesmo caiu em contradição e não soube se explicar, e diante da situação foi solicitado para que ele abrisse um dos pacotes para averiguação.

Atendendo a solicitação dos agentes, o suspeito abriu um dos pacotes, onde foi constatado que se tratava de uma substância análoga a maconha, sendo confirmado por P.R.N. que a droga era de sua propriedade, que após pesagem totalizou (1.835 kg).

Diante do flagrante, o autor P.R.N. e sua namorada B.P.R. foram encaminhados juntamente como o entorpecente para o 1º D.P. Civil, para as providências cabíveis.

Comentários