João Natalicio
João Natalicio

INFORME JN

MOMENTOS DIFÍCEIS

* Ponta Porã e toda a região passaram momentos difíceis e preocupantes nos últimos dias por conta da ação maléfica desse covid-19. Muita gente conhecida e amiga perderam a vida ou foram infectadas e vítimas do coronavírus. Foi de assustar a população da fronteira que nunca havia enfrentado antes uma situação como essa.

* Felizmente muitas que testaram positivo desse covid-19 estão superando a crise e dando a volta por cima. Mas a notícia que percorre o país é que a tragédia do coronavírus está castigando todo o Mato Grosso do Sul que estaria enviando seus infectados pelo covid-19 de aviões da FAB para os hospitais de Rondônia porque os hospitais aqui do Estado estão sem vagas em virtude do avanço dessa nova onda dessa terrível pandemia. Minha gente, só nos resta confiar em Deus para que essa praga passe logo.

* Infelizmente, tem muita gente tida como importante envolvendo política partidária e ideológica nessa confusão toda. Até parece que tem gente que não pensa no ser humano e sim nas vantagens que poderão tirar desses absurdos que estão inventando contra seus adversários e todos aqueles que não pensam ou agem como eles.

CPI DO SENADO

* A maior prova disso tudo é essa CPI da vergonha comandada pelo Senado da República e apoio do Superior Tribunal Federal. Sua tarefa principal é humilhar e provocar os entrevistados que preferem falar a verdade a respeito do presidente Jair Bolsonaro. A cada dia que passa fica mais claro que o objetivo dessa CPI do fuxico não é e nunca foi salvar vidas e descobrir os erros dessa pandemia que assola o Brasil.

* Nada disso. O único objetivo é desgastar a imagem do Presidente da República e achar um jeito para afastá-lo do poder. Resumindo: essa CPI do Senado determinada pelo Supremo não estaria muito preocupada em combater o covid-19 e salvar o povo brasileiro, mas sim combater o presidente Bolsonaro e tirá-lo do poder antes do pleito eleitoral de 2022. Nessa batalha covarde e enganosa estão envolvidos os partidos de esquerda e setores equivocados dos Poderes da República. Por conta disso, muita coisa ruim poderá vir por aí. Tem muita gente poderosa por trás disso tudo.

MUITOS ERROS

* Até que se pode concordar que o presidente Jair Messias Bolsonaro tem praticado muitos erros. Tem errado muito. Seja pela sua postura como presidente da República ou no trato com a coisa pública que seguidas vezes não leva muito a sério. Até parece que o atual ocupante do Palácio do Planalto se alegra em poder manter-se em constantes polêmicas com os seus adversários, de preferência com os partidos de esquerda como com os poderosos veículos de comunicação liderados pela Rede Globo.

* Falar nisso, um destacado jornalista independente de Brasília dá um conselho para esse poderoso sistema que batalha para ver Bolsonaro fora do poder. Diz ele: “Parem de falar mal do Presidente da República. Quanto mais vocês baterem no homem e polemizarem suas ações, mais estão fazendo o jogo dele e mais ele vem crescendo perante a opinião pública”.

* O jornalista de Brasília mostra o caminho: passem a só elogiar o Bolsonaro e mostrar tudo de bom que ele está fazendo pelo Brasil. O Capitão se sentirá humilhado e desprestigiado por não ter mais ninguém para xingar e mandar para aquele lugar. Ele deixará de ir ao Palácio do Planalto para se desabafar com seus apoiadores todas as manhã e logo, logo passará o poder para o General Hamilton Mourão, o seu vice presidente. Detalhe: o único risco é Bolsonaro se arrepender de tudo o que fez de errado no passado e voltar com uma postura diferente para governar o país. Reeleição garantida em 2022 para felicidade geral da nação e desespero do Lula. “O Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”.

J. N. Oliveira

[email protected]

Comentários