João Natalicio
João Natalicio

INFORME JN

MUITO BARULHO

* O barulho está grande e pondo medo em muita gente. Estou me referindo ao movimento que conta com a participação dos caminhoneiros de todo o país para explodir às vésperas de 7 de setembro, uma data histórica para a nossa Pátria Amada Brasil. Um dos organizadores, o cantor sertanejo Sérgio Reis, que está envolvendo nesse movimento para salvar o Brasil todos os homens do campo, além de famosos grupos musicais como Os Serranos do Rio Grande do Sul e os grandes sanfoneiros do nordeste.

* Vai ser uma mistura danada de música, protestos, churrasco, ameaças, defesa da democracia, entrevero de opiniões e justiça com as próprias mãos e mudanças de comportamento de algumas autoridades do judiciário e do poder legislativo que, segundo os caminhoneiros, não deixam o presidente da República governar em razão da pressão que sofre dos partidos de esquerda apoiados por setores dos poderes Legislativo e Judiciário.

* O desafio é assustador caso os poderes não mudarem de atitude em razão dos protestos em Brasília e nas principais cidades do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e outras. A ordem é parar o país e o desabastecimento vai ser inevitável. Somente Deus poderá evitar que o pior aconteça.

SEM GOLPE

* Até agora ninguém ainda está falando em golpe da esquerda ou da direita ou coisa parecida. Aliás, oficialmente ninguém até o momento está fazendo essa colocação de golpe, mas em virtude do estado de revolta de boa parte da população brasileira algo parecido não está descartado e que poderá levar o país para um caminho esburacado e muito indesejável. Tomara que não! Mas o risco é grande.

* Esquecendo-se um pouco do que poderá acontecer em Brasília na semana de 7 de setembro, vamos ficar um pouco no futuro político de Ponta Porã e no pleito eleitoral de 2022 com várias mulheres podendo se lançar candidatas a prefeita. O papo é da população, mas vamos citar algumas em condições de disputar o cobiçado cargo: Anny Espinola (PSDB?), Vânia Peluffo (PSDB), Lourdes Monteiro (DEM), Ângela Derzi (PSDB), Raquel Portioli (PSL).

* Entre os homens o número de pré-candidatos a prefeito é grande e ainda pode pintar mais no pedaço. Alguns valentes: Caio Augusto (PSD), Farid Afif (DEM, Brunoí (MDB), Waldecir Fernandes (DEM), Marcelino Nunes (PDT), Candinho Gabínio (PSDB), Marcello Derzi (Patriota?), Dário Honório Almirão (DEM, Ronaldo Franco (Patriota) e outros defensores do voto impresso e eletrônico.

* E para a Assembleia Legislativa: todos esses e essas citados acima, mais o glorioso Agnaldo Miudinho (DEM), Chiquito (MDB), Otaviano Cardoso (PSDB), Wanderlei Avelino (PSDB) e o quase bolsonarista Victor Almada.

* Já para os cargos que exigem fôlego de gato, esperteza de macaco e coragem de leão como deputado federal, senador e governo do Estado, os cotados são poucos: prefeito Hélio Peluffo, Eduardo Campos, Zé da Viola e José Carlos Monteiro. Daí para frente só jogando o baralho para cima para saber quem vai pegar a primeira carta. Então é isso.

J. N. [email protected]

João Natalício

Comentários