Descansa

Flamengo vence Vasco na 1ª final e leva vantagem para o Maracanã

Com dois gols de Bruno Henrique, rubro-negro pode até perder o jogo de volta no próximo domingo por um gol de diferença

15/04/2019 07h50 - R7

 
Bruno Henrique marcou os dois gols da vitória do Flamengo em cima do Vasco RUDY TRINDADE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDOBruno Henrique marcou os dois gols da vitória do Flamengo em cima do Vasco
RUDY TRINDADE/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

O Flamengo venceu o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca contra o Vasco neste domingo (14), no Engenhão. Com dois gols de Bruno Henrique, o rubro-negro pode perder por até um gol no jogo de volta, dia 21.

O primeiro tempo da decisão foi movimentado, mas com poucas chances reais de gol. O Flamengo dominou a posse de bola e tentava criar principalmente pelos lados do campo. Gabigol até chegou a balançar as redes, mas pelo lado de fora. O Vasco não chegou a ameaçar a meta de Diego Alves.

No segundo tempo, o Vasco começou metendo uma bola no travessão com Marrony, mas quem abriu o placar da final foi o Flamengo. Bruno Henrique aproveitou o bate e rebate dentro da área e marcou para o Mengão aos 9 minutos.

Aos 25 minutos, o Flamengo teve um gol anulado pelo VAR. No lance, após chute de Renê desviar em Wesley, a bola sobrou para Bruno Henrique só empurrar para as redes. No entanto, após analisar o lance, o árbitro Rodrigo Nunes de Sá anulou o gol.

Com o time do Vasco mais exposto, o jogo se apresentou da maneira que gosta o Flamengo. Mais franco e vertical, o time comandado por Abel Braga encontrava mais espaços e criou boas chances, principalmente com Bruno Henrique e Arrascaeta.

E, oito minutos após o gol anulado, o uruguaio aproveitou o erro de Cáceres e cruzou na área, Fernando Miguel espalmou evitando o gol que seria de Gabigol, mas quem completou para as redes foi novamente Bruno Henrique.

Enquanto o Flamengo descansa na semana, o Vasco entra em campo quarta-feira (17), em partida válida pela Copa do Brasil, contra o Santos, na Vila Belmiro.

*Estagiário sob supervisão de Marcos Sergio Silva

Envie seu Comentário