19/02/2018 17h50

Vídeo: Jeferson Reis é afastado do Operário-MS após espancar gandula no Comerário

Informação foi confirmada pelo presidente do Galo durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (19).

Globo Esportes
 
 
Diretoria do Operário-MS anuncia afastamento de jogador que espancou gandulaDiretoria do Operário-MS anuncia afastamento de jogador que espancou gandula

O jogador Jeferson Reis foi afastado do Operário-MS após ser flagrado espancando um gandula, no domingo (18), no Morenão, em Campo Grande. Durante entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (19), o presidente Estevão Petrallas afirmou que o jogador não deve mais atuar pelo clube. Um massagista do Galo também foi afastado do trabalho.

O gandula Tadeu Francisco, que teve o nariz quebrado, fez exames de corpo de delito e o resultado deve ficar pronto em até 30 dias.

Petrallas lamentou o ocorrido e disse que o Operário-MS não apoia nenhum tipo de violência e, por isso, Jeferson foi afastado definitivamente da equipe. O massagista Raul Prazeres, que também é suspeito de ter agredido o gandula, foi suspenso temporariamente.

Em relação a Rodrigo Gral, o presidente disse que o atleta sempre foi um jogador exemplar e que, por enquanto, não existem provas de que o atacante tenha participado da briga.

Petrallas finalizou dizendo que não acredita que o clube seja punido, porque o mando de campo era do Comercial e, por isso, apenas os atletas envolvidos na confusão devem ser responsabilizados

 

Confusão e espancamento

A confusão começou nos minutos finais da partida, após o gol do atacante Jô, que deu a vitória ao Comercial. Teve briga ao lado do campo e Jeferson Reis espancou o gandula Tadeu Francisco.

A briga parou na delegacia. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa, quando existe intensão de ferir.

Jeferson e o massagista, Raul Prazeres, também suspeito de ter agredido o gandula foram ouvidos e liberados. Eles assumiram o compromisso de se apresentarem à polícia, quando forem chamados.

Envie seu Comentário