Capital

Desaparecido: Familiares buscam por rapaz que iria a SP e não retornou

Amigos relataram que o rapaz entrou em um carro desconhecido dizendo estar a caminho de São Paulo.

18/06/2018 20h40 - Divulgação DN

 

A família de Walison Tiago Freitas da Silva, de 22 anos, vive um dilema à espera do parente, que está sumido há duas semanas. Segundo amigos, no último dia 4 de junho, o jovem disse que faria um bate e volta em São Paulo e nunca mais retornou.

No último dia 13 de junho, a mãe do rapaz procurou a Polícia Civil e registrou um boletim de ocorrência de desaparecimento. Segundo ela, ao chegar em casa no último dia 10 de junho, encontrou a casa fechada e sem o filho. Os dois moram em uma chácara no Bairro Centro Oeste.

No entanto, apesar da mãe relatar o sumiço do filho no dia 10, amigos disseram ao Campo Grande News, que o jovem está sumido há 14 dias. Segundo eles, Walison entrou em um carro desconhecido dizendo estar a caminho de São Paulo. "Ele disse que faria um bate e volta", disse Ivo, um dos amigos.

Diante da quantidade de dias do desaparecimento, uma das irmãs de Walison, moradora de Rio Verde de MT, a 207 km de Campo Grande, veio a Campo Grande para ajudar a família. "Estranhamos porque meu irmão não é de viajar sem avisar", disse Josecleia.

Walison nunca foi preso e não é usuário de drogas, segundo a família. Além disso, o jovem possui uma tatuagem no peito escrito "Thor" e nas costas tem o desenho de uma Fênix.

O caso foi registrado como desaparecimento de pessoa, na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Envie seu Comentário