Capital

Homem recusa sexo, é chamado de frouxo e atira contra garota de programa

Suspeito foi preso em flagrante pelo Batalhão de Choque da PM

23/01/2019 15h50 - Correio do Estado

 
Veículo do suspeito foi apreendido pela PM. - Foto: Valdenir RezendeVeículo do suspeito foi apreendido pela PM. - Foto: Valdenir Rezende

Nicolas de Jesus Batista, de 22 anos, foi preso em flagrante na noite de ontem depois de atirar contra uma garota de programa na região do Jardim Tijuca, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, ele agiu depois de ser chamado de frouxo ao se recusar a manter relações sexuais com a mulher. Com ele foi apreendido um revólver calibre 38.

Segundo o delegado plantonista Lucas Soares de Caires, Nicolas estava em um bar na Rua Antônio Siufi, no Guanandi, onde a vítima morava em uma residência anexa. O homem bebia no local, se encontrou com a mulher e a convidou para beber em outro local. Ela tomou banho e em seguida a dupla saiu no carro dele, um automóvel modelo Corsa, sentido ao Portal Caiobá. No entanto, durante o percurso os dois acabaram se desentendendo.

Conforme o delegado, a mulher teria proposto manter relações sexuais, mas o homem recusou. "Ela então o chamou de frouxo e outras coisas mais", explicou o delegado. Nicolas então teria se armado, inciando discussão ainda no veículo. Ele estava embriagado e não conseguiu dar detalhes da dinâmica, no entanto, a polícia acredita que ela chegou a tomar a arma da mão dele, mas ele pegou de volta e deu um disparo nela, ainda dentro do carro.

Em seguida, continuou atirando com a vítima de costas. "Ela foi atingida por um disparo de raspão na perna, um na boca e outro no peito", pontuou o delegado. A vítima fugiu a pé até a Rua Imburus, no Tijuca, perto do local dos fatos, onde pediu socorro. O Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado e após informações dadas pela vítima e testemunhas, conseguiu localizar o suspeito na casa dele, na Rua Juruá, onde estava a arma.

O revólver estava com cinco munições intactas e uma deflagrada. Na casa havia ainda mais oito munições intactas. Diante dos fatos, ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. O veículo dele também foi apreendido. A vítima, por sua vez, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada para a Santa Casa.

Envie seu Comentário