06/03/2018 13h20

Soldado do Exército se entrega e confessa que tentou matar pai da ex-namorada

Com frieza, o soldado disse que não estaria arrependido se tivesse matado a vítima

Topmidianews
 
 
Foto: PC de SouzaFoto: PC de Souza

O soldado do Exército, Pedro Aparecido Rodrigues Inácio, de 20 anos, se entregou no final da tarde desta segunda-feira (5), na delegacia de Polícia Civil de Coxim, município distante aproximadamente 250 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o site Edição de Notícias, ele confessou à delegada Silvia Elaine Girardi que tentou matar o pai da ex-namorada, no período da manhã. Inácio vai responder por tentativa de homicídio. Ele fica preso no 47° Batalhão de Infantaria pelo menos até a audiência de custódia.

De acordo com o jovem, por volta das 11 horas, ele pulou o muro da residência localizado na Rua Hervê Mendes Fontoura e surpreendeu o pai de criação da ex, uma adolescente de 17 anos. Armado com uma faca ele disse que iria matar Luiz Enedir de Oliveira Silva, de 42 anos.

Durante a luta corporal o soldado amarrou Silva e começou a desferir pauladas na cabeça. Como a vítima fingiu desmaio, Inácio saiu a procura da adolescente pela casa, mas não encontrou. Em seguida ele deixou o local achando que teria matado Silva.

Com frieza, o soldado disse que não estaria arrependido se tivesse matado a vítima. Apesar de dizer que a adolescente é sua ex-namorada, Silva nega que a filha tenha se relacionado com o jovem. Ela inclusive foi tirada de Coxim por conta da perseguição.

Envie seu Comentário