Cultura

Mesmo com extinção de secretaria, Riedel garante Festivais e Carnaval em 2019

O líder do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) ficará com uma "superpasta" com a junção de secretarias.

30/12/2018 06h30 - Correio do Estado

 

Mesmo com a extinção da Secretaria de Cultura, o secretário de Governo Eduardo Riedel garantiu que Festival de Inverno de Bonito, Festival da América do Sul e o Carnaval vão continuar na programação do ano de 2019. "Utilizaremos a estrutura da Fundação de Cultura e iremos fazer da maneira mais enxuta e gastar menos", declarou Riedel.

O líder do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) ficará com uma "superpasta" com a junção de secretarias. Mas a justificativa de Riedel sobre a reorganização administrativa do Executivo Estadual é de que a ideia é ter governo mais enxuto. "Essa foi uma maneira de enxugar gastos sem perder capacidade de ação finalística e conseguir um governo mais enxuto, sem perder a importância que a cultura tem para MS", reforçou ele.

A continuação do calendário cultural em 2019 vai contar com a estrutura da Fundação de Cultura.

FUNDAÇÃO DE CULTURA

Até o momento a pasta da Fundação de cultura está vaga. Athayde Nery estava a frente da extinta Secretaria de Cultura, mas já adiantou que não continuará na pasta que está integrada com a Secretaria de Governo (Segov), liderada por Eduardo Riedel. "Encerrarei por aqui minha participação no governo, fico honrado pela oportunidade e convite, mas não aceitarei. Acho que já deu, está na hora de seguir outros caminhos", disse Athayde.

Com isso, em reunião marcada para o próximo dia 02 de janeiro e com os nomes já anunciados, Azambuja terá que definir um novo representante para ocupar o lugar de Nery.

Nery ainda contou que deve trabalhar na área de advocacia. "Talvez eu vá advogar, sempre na área da cultura, quero mexer com isso agora", acrescentou.

Além da Secretaria de Cultura ser incorporada a Segov, o escritório de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos do Estado no Distrito Federal e a Fundação Estadual Jornalista Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul, bem como o Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) estarão integrados no escritório de Gestão Política, todos comandados pelo secretário de Governo, Eduardo Riedel.

Riedel adiantou também que o diretor-presidente da Fundação de Turismo, Bruno Wendling, continua no comando da pasta de turismo e que a fusão das ações proporcionará menos gastos aos cofres públicos.

Envie seu Comentário