Capital

Livro com registro dos monumentos da cidade será lançado nesta quarta

Obra apresenta estudo inédito dos monumentos de Campo Grande para incentivar a valorização e a conservação

18/09/2018 15h10 - DN

 
Foto : crédito Raquel de SouzaFoto : crédito Raquel de Souza

Para preservar a memória de uma cidade é importante conhecê-la. Foi pensando nisso que as professoras Maria Augusta de Castilho e Natacha Oliskovicz decidiram publicar o livro "Campo Grande e Seus Monumentos", que traz um registro inédito do patrimônio histórico e cultural da capital sul-mato-grossense e será lançado nesta quarta-feira (19), a partir das 19h30, no Anfiteatro da Biblioteca da UCDB. A obra é fruto da dissertação de Mestrado de Natacha, onde ela estudou a iluminação urbana. "A iluminação pode transformar um local e trazer à tona o sentimento de pertença das pessoas, por isso quis estudar o que ela é capaz de proporcionar para uma cidade e seus habitantes", explica.

Orientada por Maria Augusta, Natacha decidiu sair da zona de conforto e trabalhar um tema mais amplo, com o desafio de catalogar 46 monumentos da cidade e ir a campo para observá-los durante o dia e à noite.

A partir dessa observação foi elaborada uma ficha técnica para cada monumento com identificação, localização, significado, autoria, estado de conservação, projeto de iluminação, dentre outras informações.

"Esse para mim é o ponto alto do livro, a ficha técnica dos monumentos, que com certeza deixa um legado para o desenvolvimento do patrimônio histórico de Campo Grande. É um trabalho inédito e muito completo", afirma Maria Augusta.

Mesmo sendo originalmente um trabalho científico, as autoras se preocuparam em elaborar a obra com linguagem acessível, justamente pela importância do tema, podendo inclusive ser trabalhado em escolas na formação dos pequenos cidadãos. "O objetivo dos monumentos é preservar a história, a memória e os feitos históricos, não só de Mato Grosso do Sul, mas do Brasil, pois quem não conhece sua história não pode olhar pro futuro", resume Maria Augusta. "Uma cidade que prioriza suas raízes e sua cultura por meio da preservação de seus monumentos traz uma série de benefícios para a administração pública e para a população, resgatando o exercício de cidadania", completa Natacha.

Será lançado também nesta quarta-feira, na mesma noite de autógrafos, o livro "Santuário São Judas Tadeu", parceria de Maria Augusta de Castilho com a professora Deisi Graziela de Lima Martins, que tem como objetivo analisar as ações religiosas e sociais praticadas pelas pastorais do Santuário São Judas Tadeu sob a ótica do desenvolvimento do capital humano, destacando a vivência do fiel na comunidade religiosa.

Serviço: Os livros "Campo Grande e Seus Monumentos" e "Santuário São Judas Tadeu", ambos publicados pela Life Editora, serão lançados nesta quarta-feira, dia 19 de setembro, em noite de autógrafos realizada a partir das 19h30 no Anfiteatro da Biblioteca da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), que fica localizada na Avenida Tamandaré, 6000 - Jardim Seminário, em Campo Grande-MS.

Envie seu Comentário